PERCEPÇÃO DAS PUÉRPERAS SOBRE A ASSISTÊNCIA HUMANIZADA DE ENFERMAGEM NO CICLO GRAVÍDICO-PUERPERAL: REVISÃO DE LITERATURA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2021-v.95-n.36-art.1218

Palavras-chave:

Enfermagem, Humanização da Assistência, Enfermagem Obstétrica, Cuidados de Enfermagem

Resumo

Objetivo: Analisar na literatura a percepção da puérpera sobre a assistência humanizada de enfermagem prestada durante o ciclo gravídico-puerperal. Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa realizada com base na seguinte pergunta norteadora: “Qual a percepção das puérperas sobre a assistência humanizada de enfermagem prestada no ciclo gravídico-puerperal?”. A busca dos artigos foi realizada nas bases de dados BDENF, LILACS e SciELO, a partir dos descritores controlados “Humanização da Assistência”, “Enfermagem Obstétrica” e “Cuidados de Enfermagem”. Resultados: A amostra totalizou 12 artigos, os quais apontaram tanto aspectos positivos quanto negativos da assistência humanizada de enfermagem. Sobre os aspectos positivos, foram evidenciados: no pré-natal, a criação do vínculo entre profissional-paciente e as ações educativas em saúde; no âmbito do parto foi enfatizado a empatia profissional e as boas práticas preconizadas pela Rede Cegonha e Organização Mundial da Saúde; no contexto do puerpério, revelou-se a preocupação dos enfermeiros com o conforto e bem-estar da mulher. Sobre os aspectos negativos, pode-se destacar a execução de procedimentos sem autorização prévia da puérpera, relatos de coerção e violação ao direito de acompanhante, e no puerpério a ausência de ações educativas de saúde direcionadas para a prevenção de intercorrências puerperais e/ou mamárias. Conclusão: O enfermeiro deve estar pautado na humanização, exercendo uma postura idealizadora de caráter cuidador, de modo que possa desempenhar a sua prática com vista à efetivação dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres antes e depois do ciclo gravídico-puerperal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lílian Brena Costa de Souza, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Lílian Brena Costa de Souza. Enfermeira pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Pós-graduanda lato sensu em Gestão Hospitalar. Redenção-Ceará, Brasil. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-8460-0307

José Erivelton de Souza Maciel Ferreira, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

José Erivelton de Souza Maciel Ferreira. Enfermeiro. Especialista em Enfermagem Cirúrgica. Mestrando em Enfermagem da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Redenção-Ceará, Brasil. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2668-7587

Lídia Rocha de Oliveira, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Lídia Rocha de Oliveira. Enfermeira. Especialista em Enfermagem do Trabalho. Mestranda em Enfermagem da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Redenção-Ceará, Brasil. Orcid: https://orcid.org/0000-0001-7716-1388

Anne Fayma Lopes Chaves, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Anne Fayma Lopes Chaves. Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora do curso de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Redenção-Ceará, Brasil. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-7331-1673

Alana Santos Monte, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Alana Santos Monte. Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora do curso de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Redenção-Ceará, Brasil. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-8626-3527

Publicado

2021-10-12

Como Citar

1.
Souza LBC de, Ferreira JE de SM, Oliveira LR de, Chaves AFL, Monte AS. PERCEPÇÃO DAS PUÉRPERAS SOBRE A ASSISTÊNCIA HUMANIZADA DE ENFERMAGEM NO CICLO GRAVÍDICO-PUERPERAL: REVISÃO DE LITERATURA. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 12º de outubro de 2021 [citado 23º de julho de 2024];95(36):e-021144. Disponível em: http://teste.revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1218

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO