EXPLORANDO EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS SOBRE AÇÕES DE AUTOCUIDADO EM PACIENTES COM PSORÍASE:

REVISÃO INTEGRATIVA.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2021-v.95-n.36-art.1201

Palavras-chave:

Psoríase; Autocuidado; Doença Crônica; Profissional de Saúde

Resumo

Objetivo: analisar artigos científicos publicados em periódicos online acerca das ações de autocuidado, desenvolvidas por profissionais de saúde, às pessoas com psoríase. Metodologia: Foram utilizadas buscas nas bases de dados durante o mês de agosto de 2020 – SCOPUS, LILACS, BDENF, CINAHL, Web Science e MEDLINE (via de acesso PubMed). Foram incluídas na busca publicações em inglês, espanhol e português do período de janeiro de 2015 a julho de 2020. Resultados: A amostra final foi composta por 9 artigos em inglês. A discussão do estudo tem como base teórica a Teoria do Déficit do Autocuidado de Dorothea Orem. Foram criadas 3 categorias a partir dos fundamentos e pressupostos que esta teoria oferece. Os resultados apontaram a educação em saúde como meio indispensável para aquisição de conhecimentos e habilidades para o autocuidado. Quanto as ações de autocuidado realizadas por profissionais de saúde, destacaram-se orientações e informações sobre conhecimentos - da doença e comorbidades, tratamento, medicação, mudanças no estilo de vida, hábitos saudáveis, manuseio das lesões cutâneas, outras. Fatores como aspectos emocionais, interações sociais, crenças, cultura, necessidades do paciente e motivação para autocuidar-se devem ser considerados. Considerações finais: O estudo possibilitou identificar e analisar evidências científicas acerca da temática. Constatou-se que para o desenvolvimento das ações de autocuidado é necessário identificar os requisitos de autocuidado do paciente, optar pela metodologia mais adequada e planejar as ações, podendo ou não seguir diretrizes padronizadas. A educação em saúde se coloca como essencial na comunicação dessas práticas, através de estratégias, utilizando-se de diferentes tecnologias em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Queiroz de Carvalho Gomes, Universidade Federal da Paraíba

Terapeuta Ocupacional. Doutora. Docente Associada do curso de Terapia Ocupacional UFPB. Lider do Grupo de Estudo Ocupação e Saúde. João Pessoa, Brasil, ORCID: 0000-0002-4837-2968

João Marçal Medeiros de Sousa, Universidade Federal da Paraíba

Graduando em Medicina UFPB. Diretor científico da Liga Acadêmica de Clínica Médica da UFPB (LACLIMED-UFPB). João Pessoa, Brasil, ORCID: 0000-0002-7299-1232

Paula Soares Carvalho, Universidade Federal da Paraíba

Enfermeira. Mestranda em Enfermagem UFPB. Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa no Tratamento de Feridas (GEPEFE). João Pessoa, Brasil, ORCID: 0000-0003-3680-6981

Esther Bastos Palitot, Universidade Federal da Paraíba

 Médica. Doutora. Membro do Group for Research and Assessment of Psoriasis and Psoriatic Arthritis (GRAPPA). Docente do curso de medicina UFPB. João Pessoa, Brasil, ORCID: 0000-0002-8195-2534

Maria Júlia Guimarães Oliveira Soares, Universidade Federal da Paraíba

Enfermeira. Docente titular do curso de Graduação em Enfermagem, Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) UFPB, líder do Grupo de Estudo e Pesquisa no Tratamento de Feridas (GEPEFE), João Pessoa, Brasil, ORCID: 0000-0001-8025-9802

Publicado

2021-12-29

Como Citar

1.
Soares VL, Gomes MQ de C, Sousa JMM de, Carvalho PS, Palitot EB, Soares MJGO. EXPLORANDO EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS SOBRE AÇÕES DE AUTOCUIDADO EM PACIENTES COM PSORÍASE:: REVISÃO INTEGRATIVA. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 29º de dezembro de 2021 [citado 22º de julho de 2024];95(36):e-021185. Disponível em: http://teste.revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1201

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO